LUSCHI - Dragagem, Impermeabilização

Destaques de 2014

LUSCHIConfira os destaques do ano da empresa LUSCHI, as principais realizações e contribuição para o meio ambiente, no setor de dragagem.

O ano de 2014 revelou-se um grande sucesso para a empresa, com mais de quinhentos mil metros cúbicos de sedimentos dragados até agora, não é de se admirar que LUSCHI almeja um crescimento de pelo menos 40% em 2015.
Se tratando de dragagem, podemos destacar:

Principais destaques de 2014 no setor de Dragagem

  • Em janeiro, LUSCHI adquiriu uma draga hopper de 2.000 m³ de capacidade "LUSCHI IX" a sua frota.
  • Em maio, LUSCHI iniciou uma parceria com a empresa francesa CDO Innov, fabricante de equipamentos específicos para agricultura e saneamento. Em julho, essa parceria se tornou oficial. O primeiro barco BPH está previsto para ser fabricado no primeiro semestre de 2015.
  • Em junho, LUSCHI acrescentou uma draga hopper de 1.330 m³ de capacidade "LUSCHI X" a sua frota.
  • Em agosto, LUSCHI se tornou uma empresa brasileira líder em dragagem de materiais contaminados e não contaminados, em comparação com outras empresas do mesmo setor.
  • Em outubro, LUSCHI relançou o seu site. Esta nova plataforma, disponível em Espanhol e Inglês, é uma clara aposta da LUSCHI para aumentar a sua presença no mundo da dragagem e impermeabilização, buscando novos mercados na América Latina e parceiros em todo o mundo.

Realizações

  • Dragagem no Estaleiro Rio Grande, fase 1 (dragagem para abrir o porta-batel para saída da plataforma, parte integrante da unidade flutuante de produção, armazenamento e transferência -  FPSO). Cerca de 30.000 metros cúbicos de sedimentos foram dragados em menos de 20 dias, utilizando uma draga hopper e uma poderosa bomba submersível.
  • Segunda fase da dragagem no Estaleiro Rio Grande (trabalho de dragagem para aprofundar a área da bacia de atracação a fim de receber os módulos, parte integrante da unidade flutuante de produção, armazenamento e transferência - FPSO). Cerca de 40.000 metros cúbicos de sedimentos foram dragados.
  • Dragagem e transporte para bota-fora marinho dos sedimentos acumulados no Canal de Captação de Água Mar da ArcelorMittal. Volume de sedimentação na ordem dos 46 mil metros cúbicos.
  • Portos em geral (dragagem de aprofundamento de instalações existentes, a fim de permitir o acesso de navios maiores e manter vias ou canais navegáveis). Total de sedimentos: 376.700 metros cúbicos.
  • Refinaria Henrique Lage, também conhecida como Petrobras Revap - 8.000 m³.
  • Braskem - 2.200 m³.
  • Outros projetos - 2.400 m³.
Também vale a pena mencionar o fato de que, aproximadamente, 39 mil metros cúbicos de sedimentos contaminados foram tratados por meio de soluções de desidratação de lodo, como tubo geotêxtil e centrífugas, minimizando os impactos negativos sobre o meio ambiente.
Powered by Spearhead Software Labs Joomla Facebook Like Button

Receba nossas notícias